Seguir por Email

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Ibope: com 43%, Beto Richa vence no 1º turno


A primeira pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (25) pela RPC aponta o favoritismo de Beto Richa (PSDB) que pode liquidar a fatura já no primeiro turno das eleições em 5 de outubro. Beto Richa tem 43% e é seguido de Roberto Requião (PMDB), com 26%; Gleisi Hoffmann (PT), com 14%; e Tulio Bandeira (PTC), com 1%. Os demais candidatos não somaram 1% das intenções de voto. Brancos e nulos somaram 8% e não souberam responder, 7%.

Foram entrevistados 1.008 eleitores entre os dias 21 e 25 de agosto. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou menos com um intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número PR-00024/2014.

Dilma tem 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada um. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.
O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela pesquisa, Dilma tinha 38%, Aécio, 23%, e Campos, 9%. Entre uma pesquisa e outra, a taxa de indecisos passou de 11% para 8%, e a de quem pretende votar em branco ou nulo, de 13% para 7%.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):

- Dilma Rousseff (PT): 34%
- Marina Silva (PSB): 29%
- Aécio Neves (PSDB): 19%

- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Pastor Everaldo (PSC): 1%
- José Maria (PSTU): 0%*
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
- Eymael (PSDC): 0%*
- Levy Fidelix (PRTB): 0%*
- Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 8%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos sábado (23) e segunda-feira (25). O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Promotoria investiga compra de terreno para Câmara de Cambé


A Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Cambé abriu procedimento administrativo na última sexta-feira (22) para investigar eventuais irregularidades na aquisição de um terreno para a construção de nova sede da Câmara Municipal de Cambé.

Segundo a promotora de Justiça Adriana Lino, o Ministério Público investiga a denúncia que o imóvel foi adquirido por valor elevado, sem observância ao que estabelece a Lei de Licitações, havendo, assim, indícios de improbidade administrativa.

A Promotoria de Justiça notificou a presidência da Câmara Municipal e a Prefeitura para que, no prazo de dez dias, encaminhem cópias de todos os documentos sobre a transação de compra e venda, incluindo contrato, escrituras, cheques de pagamento, comprovantes de transferência, empenhos, avaliações e outros.

O Ministério Público recomendou ainda ao presidente da Câmara e ao prefeito que se abstenham da prática de qualquer ato em relação à transação sob investigação, até que os documentos requisitados sejam analisados pela Promotoria de Justiça, no prazo máximo de quinze dias, após o recebimento do material.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Presidenciável Eduardo Campos morre em acidente áereo, em Santos, SP

O candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB), de 49 anos, morreu em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista, na manhã desta quarta-feira, 13. Segundo o comitê da campanha do presidenciável, a candidata à vice, Marina Silva, não estava a bordo. A Prefeitura de Santos informou que além de Campos mais seis pessoas morreram no acidente. Outras sete pessoas estão feridas e foram encaminhadas para o hospital da região.
A coordenadora de Comunicação do PSB, Vera Canfram, confirmou que Alexandre Severo (fotógrafo oficial da campanha), Marcelo Lyra (cinegrafista), Pedro Valadares (assessor pessoal do candidato), Carlos Percol (assessor de imprensa), Geraldo da Cunha e Marcos Martins (pilotos) estavam no avião.

A Aeronáutica confirmou, em comunicado, que a aeronave Cessna 560XL partiu do Rio de Janeiro com destino ao aeroporto de Guarujá, SP.

De acordo com informações da FAB, o piloto do avião entrou em contato com a estação rádio do aeroporto de Guarujá, antiga base aérea de Santos, informando que ia fazer procedimento de pouso. Em seguida, o piloto informou que não tinha encontrado visualmente o local para pouso e arremeteu. Logo depois, houve o choque com o prédio "Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave", disse a Aeronáutica em nota, acrescentando que já iniciou investigações sobre o acidente.


Relembre a trajetória política de Eduardo Campos
Veja imagens do local onde caiu o avião que estava Eduardo Campos

O ex-governador de Pernambuco havia completado 49 anos no último dia 10 de agosto e morreu no mesmo dia em que o avô Miguel Arraes. Eduardo Campos tinha cinco filhos.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 10h na esquina das ruas Vahia de Abreu e Alexandre Herculano, no bairro Boqueirão. A poucos metros do local do acidente funcionam uma escola infantil e uma academia de ginástica.